Um ex-pastor de 55 anos foi preso pela Polícia Civil de Araçatuba (SP) na manhã desta quarta-feira (13) acusado de estuprar a própria filha. Ele tinha um mandado de prisão expedido.

De acordo com a polícia, o centro de inteligência localizou o pastor na casa dele, no bairro Jardim Umuarama, em Araçatuba. A Justiça de Adamantina (SP), onde o crime aconteceu, tinha expedido um mandado de prisão preventiva contra ele, que estava foragido.

Policiais do Grupo Operações Especiais (GOE) chegaram ao endereço, mas o pastor não obedeceu a ordem de abrir a porta, sendo necessário o arrombamento. Além da prisão, os policiais apreenderam um celular, um notebook e um tablet.

No momento que foi preso, o homem disse aos policiais que sabia do mandado de prisão e que estava na cidade se escondendo. O crime foi registrado em 2004, quando a filha tinha 16 anos.