Nesta época do ano muita gente opta por comer mais peixe, razão pela qual decidi dar algumas sugestões sobre harmonização.

Pratos preparados com peixes costumam ser leves, por isso pedem um vinho também leve.

Partindo dessa premissa aportamos nos vinho brancos,  que são leves e refrescantes.

Mas existe uma grande variedade de vinhos brancos, assim como os pratos podem ser preparados de forma diferente, dependendo do tempero.

De maneira geral  os peixes magros pedem vinhos brancos delicados, como o Sauvignon Blanc, Pinot Grigio ou Albarinho.

A tilápia que hoje em dia é o peixe mais popular harmoniza muito bem com Sauvignon Blanc ou com Pinot Grigio. O Brasil produz bons vinhos brancos da uva Sauvignon Blanc, mas os chilenos são quase sempre certeza de qualidade a bons preços.

O linguado é outro peixe leve e delicado que também combina muito bem com o Sauvignon Blanc.

Já o pintado, que é um peixe de água doce, quando grelhado harmoniza perfeitamente com o vinho branco da uva Torrontés. A Argentina é reconhecida atualmente como produtora de vinhos Torrontés de alta qualidade, seus preços são acessíveis e podem ser encontrados nas prateleiras dos supermercados.

Vinho Torrontés

Já o salmão é um peixe gorduroso e quando grelhado, cozido ou assado, pede um vinho um pouco mais estruturado, como um rosé ou um tinto da uva Pinot Noir.

O filet de merluza grelhado pede um branco, porém, um pouco mais opulento. Um Chardonnay certamente fará bonito.

Já o bacalhau, que é o prato mais tradicional da quaresma, exige um vinho branco bem estruturado ou um tinto com pouco tanino.

Quando a opção for por um branco deve-se escolher um vinho com corpo robusto, característica de vinhos com passagem por madeira, como um chardonnay barricado. Esse tipo de vinho apresenta boa acidez que faz frente à gordura e oleosidade do prato. O chardonnay nacional da Vinícola Pizzato, da linha Legna, que é um vinho com passagem por barris de carvalho francês, com aromas de frutas tropicais, mel e baunilha, equilibrado e com bom frescor e persistência é uma excelente escolha.

Vinho Pizzato

Se a opção for por um tinto, que é a minha preferência, o cuidado deve ser maior. É necessário ter em mente que pratos salgados não combinam com vinhos que tenham taninos marcantes porque pode  haver uma metalização no sabor em razão do resquício de  sal característico no bacalhau. Uma boa opção são os vinhos portugueses sem passagem por madeira (ou com passagem por pouco tempo), de corpo médio, com taninos macios e com sabor bem frutado, para que o frescor do vinho dê uma sensação de doçura que amenizará o gosto salgado do prato.