Dupla de empresários, dona do colégio, desapareceu depois de receber dinheiro da matrícula 2019 e mensalidades (Foto: Reprodução/FM Metrópole).

A Polícia Civil prendeu na Capital Paulista a dupla de empresários dona de um colégio particular de Osvaldo Cruz.

Uma equipe, comandada pelo Delegado de Polícia Titular do Município, Marcelo Marques Silva Lemes, se deslocou até São Paulo em diligência e conseguiu localizar os empresários J.S.A. e L.S.S.A.

Ambos são acusados de terem aplicado golpes contra pais de alunos de um colégio localizado no centro da cidade. Os pais matricularam os filhos, pagaram mensalidades e não receberam os serviços. A dupla de empresário fugiu da cidade também com pagamentos atrasados de professores e funcionários do colégio localizado entre a Avenida Brasil e a Rua Feb.

Além dos pais de alunos, a dupla ainda teria deixado sem pagamentos alguns professores e credores. Antes de serem proprietários do colégio os empresários atuaram também no ramo de salão de beleza na cidade.

Os dois foram presos em um salão de beleza em São Paulo.

Modo de agir dos golpistas

Segundo a Polícia Civil de Osvaldo Cruz, a dupla era administradora de um colégio em Osvaldo Cruz e, no final de 2018 e início de 2019, enganaram pais, alunos e professores da escola e abandonaram o colégio em situação administrativa insustentável e sumiram sem deixar endereço.

Foi instaurado inquérito policial para apurar a conduta dos suspeitos, onde a Polícia registrou o caso de estelionato.

A Polícia Civil pediu e o Judiciário autorizou a prisão preventiva dos suspeitos.

Colaborou: Polícia Civil de Osvaldo Cruz