Maquinário para reforma externa do prédio do Paço Municipal traz nova realidade para rua Osvaldo Cruz, no centro da cidade (Foto: Divulgação | Prefeitura)

A Prefeitura de Adamantina anunciou duas importantes obras no prédio do Paço Municipal: a reforma externa e modernização do elevador. Ambos os serviços tiveram início nesta semana, o que exige a colaboração da população devido ao impacto das melhorias.

Após parte do revestimento da fachada se desprender em novembro do ano passado, a Administração Municipal isolou parte da calçada em frente ao prédio e abriu licitação para realizar a reforma. O valor estimado da melhoria é de R$ 141.527,91.

A empresa vencedora da licitação iniciou nesta semana a intervenção no prédio, afetando o trânsito na rua Osvaldo Cruz. Em nota, a Prefeitura “pede a compreensão dos munícipes e dos comerciantes”, já que o trecho entre a alameda Dr. Armando Sales de Oliveira e avenida Rio Branco poderá ficar prejudicado durante o período da obra, estimado em 60 dias.

A Administração Municipal solicita ainda que os munícipes não ultrapassem as áreas interditadas respeitando a delimitação.

MODERNIZAÇÃO DO ELEVADOR

Outra importante melhoria que teve início nesta semana é a atualização do elevador do Paço Municipal. Antigo e com constantes problemas, o equipamento será modernizado, o que trará mais segurança e conforto aos usuários.

A Prefeitura informa que o objetivo é tornar modernos os painéis de comando e os de despacho existentes no elevador por meio de uma corrente alternada e frequência variável, com controle eletrônico micro processado.

O novo comando conta com dimensões compactas e fácil de ser instalado, o que traz maior conforto na viagem, eliminando trancos e degraus, perfeito nivelamento das paradas, redução significativa da torça de peça e melhora de performance com a redução de defeitos.

Além disso, a cabina passará por um redesign renovando o revestimento dos painéis, porta, teto e piso. “A expectativa é que o Paço Municipal tenha até o fim de outubro um elevador reformado. No entanto, para que as adequações sejam realizadas, o elevador precisará ficar parado por 15 dias para que as adequações sejam executadas, porém a Prefeitura informará aos munícipes sobre essa situação de forma antecipada”, assegura o secretário de Administração, Evandro Souza.