Prof. Me. Mateus Barroso Sacoman escreveu sobre a "A Síndrome de Irlen: diagnóstico e o contexto de intervenção" (Foto: Arquivo Pessoal)

O docente dos cursos de História, Pedagogia e Ciências Biológicas do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI), Prof. Me. Mateus Barroso Sacoman, teve artigo de sua autoria publicado na edição 2019 da Revista da Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPp). Intitulado “A Síndrome de Irlen: diagnóstico e o contexto e intervenção”, o artigo consta no volume 36 da edição 110.

“A Síndrome de Irlen, de caráter hereditário, constitui-se numa alteração visuoperceptual, originada por um descompasso da aptidão de adaptação à luz que gera alterações no córtex visual, assim como déficits na leitura, entre tantas outras dificuldades, interferindo diretamente no processo de aprendizagem, afetando o rendimento escolar e as relações interpessoais dos indivíduos com a síndrome”, explica Mateus Sacoman.

O objetivo do trabalho, por meio do levantamento de estudos e materiais sobre o tema, da leitura e análise da bibliografia e cotejamento das referências encontradas, é determinar as definições e sinais da síndrome.

De acordo com o professor, a síndrome de Irlen atinge de 12% a 14% da população mundial, porém, mesmo com essa grande incidência, o debate em torno do diagnóstico, da intervenção e contextos familiar, escolar e convivência social é pouco difundido no Brasil.

“É de extrema importância que sejam desenvolvidos trabalhos acadêmicos que abordem esta temática, apontando os procedimentos para a identificação e intervenção desta alteração visuoperceptual, além de fornecer contribuições para debates e discussões em torno do assunto, contribuindo assim para que os diversos profissionais – sejam eles professores, psicopedagogos, psicólogos, entre outros, que estão relacionados com a área de educação e aprendizagem e também a área médica –, saibam estabelecer o tratamento correto e procedimentos
a serem desenvolvidos com as pessoas, em idade escolar ou não, que apresentem indícios desta síndrome, na tentativa de assisti-los adequadamente e proporcionar uma aprendizagem e uma vida satisfatória”.

O artigo científico está disponível em: www.revistapsicopedagogia.com.br/exportar-pdf/603/v36n110a10.pdf

O professor Mateus também revisa um artigo de História para a revista acadêmica Temporalidades, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com publicação provável para setembro.