No mês dedicado a prevenção do suicídio, Adamantina se volta para a campanha ‘Setembro Amarelo’. Ações idealizadas pelo Poder Judiciário local buscarão conscientizar a população sobre o ato e como evitá-lo.

Neste ano o objetivo da mobilização é instrumentalizar famílias e educadores para lidar positivamente com questões que desencadeiam doenças mentais em crianças e adolescentes e que constantemente os desfechos se resumem em aquisição de vícios, hábitos negativos, vazio existencial, comportamento agressivo, inabilidade social, isolamento emocional e suicídio.

“Nas últimas décadas observa-se o crescimento ininterrupto dos casos de suicídio no Brasil. Conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde) o Brasil está em oitavo dentre os países com maior número de fatalidades. Precisamos construir uma sociedade mais solidária, implementando medidas preventivas de ajuda. Conheça 3ª edição do ‘Setembro Amarelo’ em Adamantina”, chama atenção a Juíza da 3ª Vara da Comarca de Adamantina, Ruth Duarte Menegatti.

A magistrada fará abertura da programação neste sábado (7), às 9h, na Matriz de Santo Antônio. Será uma oportunidade para a comunidade local debater a valorização da vida, de jovens e adultos.

Logo após a cerimônia de abertura, que contará com benção do padre Rui Rodrigues, a médica psiquiatra Sheila Cavalcante Caetano palestrará sobre o suicídio na adolescência. “É muito importante à participação de toda a comunidade, é uma palestrante de renome internacional que tem muito a nos ensinar, compartilhar conosco suas experiências e vivências com intuito sempre de ajudar as famílias serem melhores”, convida padre Rui Rodrigues.

O ‘Setembro Amarelo’ é uma campanha mundial de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado no ano de 2015.

Na programação consta ainda roda de conversa sobre sexualidade e adolescência, das 8h15 e 12h20, na escola Durvalino Grion. O bate papo será conduzido por Luciana Martos Grion Valente, nesta sexta-feira (6).

Na segunda-feira (9), a médica psiquiatra Michelle Medeiros Lima Salione debate a “Saúde mental: doenças e tratamentos” com agentes de segurança penitenciária e policiais no Salão Nobre do Fórum de Adamantina. A atividade acontece a partir das 19h30.

No dia seguinte, 10 de setembro, às 17h, outra atividade de orientação acontecerá em Adamantina, desta vez voltada para educadores da Casa do Garoto com a psicóloga Denise Alves Freire.

Em seguida, às 19h, haverá a premiação do 3º Concurso de Desenhos e Frases também no Fórum local. E, no dia 13 de setembro, acontece mais um bate papo com adolescentes, agora na escola Fleurides Cavalini Menechino.

Novamente este ano o movimento que fala de vida conta com diversos apoiares: Ministério Público do Estado de São Paulo, Polícias Civil e Militar, Prefeituras de Adamantina e Mariápolis, UniFAI (Centro Universitário de Adamantina), Ânima Consultoria, Igreja Católica, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), PAI Nosso Lar (Polo de Atividades Integradas), SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), entidades assistências da cidade, empresários e comunidade.