Em 2018 aconteceu a primeira caravana de Adamantina para cadastro de medula óssea em Marília (Foto: Cedida)

Um grupo de voluntários de Adamantina se mobiliza para realizar a 2ª caravana para o cadastro de doadores de medula óssea.

Marcada para acontecer no dia 27 de julho, a ação visa buscar pessoas dispostas a doar medula óssea para quem precisa de transplante. A caravana sairá às 7h, do Centro de Saúde, com transporte gratuito cedido pela Secretaria de Saúde. O cadastro será feito no Hemocentro da Faculdade de Medicina de Marília.

Para se tornar um doador de medula óssea é necessário: ter entre 18 e 55 anos de idade; estar em bom estado geral de saúde; não ter doença infecciosa ou incapacitante; não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico; e algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso.

Os principais beneficiados com o transplante são pacientes com leucemias originárias das células da medula óssea, linfomas, doenças originadas do sistema imune em geral, dos gânglios e do baço, e anemias graves (adquiridas ou congênitas)

Os interessados em participar podem entrar em contato via WhatsApp, com os voluntários Daniel (18) 9.9633-5113 ou Monique (18) 9.9154-6108.