Entre os dias 21 e 26 de fevereiro tive a bonita oportunidade de conhecer Havana e ter contato com a polêmica Nação Cubana, usada como forma de representar o mal dentro das eleições de 2018, Cuba é referência, atualmente, contra o modelo capitalista e, felizmente, em 5 dias pude analisar e sentir as alegrias e dores dessa bela ilha.

TURISMO

De forma breve, a parte turística é impecável, você irá encontrar um turismo muito tranquilo e barato, com pessoas de todas as partes do mundo e com inúmeros pontos turísticos.

MOEDA

Cuba possui o controle de dois tipos de moeda CUC e CUP (ou moeda nacional).

1 CUC = 1 DOLAR, é a moeda utilizada pelos turistas.

1 DOLAR = 25 CUPs, utilizada pelos cubanos.

A REVOLUÇÃO

Para acontecer, uma Revolução dentro da história, são necessários um contexto e uma motivação. Nesse caso, Cuba estava sofrendo na mão do ditador: Fulgêncio Batista, com o seu Governo marcado pela violência e corrupção.

O líder, Fidel Castro, junto com o “Exército Rebelde” parte do México até Cuba em 1956 e no ano de 1959 tomam o Poder, e começaram as Reformas envolvendo nacionalização dos Bancos, alfabetização e saúde universal. Depois de ganhar a Revolução, Cuba dá passe de entrada a Guerra Fria, torna-se aliada da União Soviética e ganha de “presente” bloqueio, em várias áreas, por parte dos EUA, os quais sofrem até os dias de hoje.

EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA E CULTURA

Com embasamentos empíricos e racionais, essas quatros esferas de obrigação estatal funcionam dentro da Ilha, com uma boa eficiência sendo desfrutada pelos moradores locais e por estrangeiros.

MERCADOS E O TRISTE ABASTECIMENTO

Sem dúvida, essa foi a maior dor que escutei e senti: falta de recursos. Na década de 90, com a caída da URSS, Cuba sofre uma recessão de suprimentos básicos e hoje, tenta manter-se com uma economia estável. Porém, é comum ver prateleiras vazias, escassez de alguns produtos e altos preços.  Essa é a grande pedra no caminho atualmente.

RESULTADOS

Um País receptivo, diverso, com uma população letrada e saudável, com valorização em bens e disciplinada. Cuba talvez não te faça Comunista, porém irá te fazer refletir a maneira com que tratamos a vida e o nosso meio. Vá para Cuba e surpreenda-se!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui